Supertelescópio registra tempestade de poeira cósmica

10 abr 2023 - Tags:, ,

supertelescópio Pixabay

Recentemente, um Supertelescópio conseguiu avistar uma violenta tempestade de poeira pela primeira vez em nosso sistema solar.

O estranho fenômeno foi detectado em um exoplaneta que é conhecido como VHS 1256b. Esse planeta fica a cerca de 40 anos-luz da Terra, e apenas através da notável capacidade do Supertelescópio James Webb é que essa tempestade foi localizada.

As partículas de poeira que foram detectadas na tempestade são formadas por grãos de silicato. Basicamente, são pequenos grãos que têm uma composição de silício e oxigênio. Esses grãos de silicato são aquilo que integra a base da grande maioria dos minerais rochosos.

A tempestade que foi detectada pelo Supertelescópio é bem diferente do fenômeno que você encontra em um deserto no nosso planeta. Ela se comporta muito mais como uma névoa rochosa do que como uma verdadeira tempestade.

supertelescópio

Pixabay

Pixabay

Como funciona a tempestade localizada pelo Supertelescópio

Basicamente, é como se você estivesse pegando grãos de areia, extremamente finos, e lançando-os no ar. Esses grãos são tão pequenos que se assemelham ao tamanho de uma partícula de fumaça, e é por isso que essa tempestade se comporta como uma névoa espessa.

Porém, a grande diferença é que a temperatura dessas nuvens de poeira é extremamente alta. O planeta onde a tempestade acontece é um objeto extremamente quente, sendo um planeta muito jovem ainda.

Esse planeta em questão é o que muitos cientistas estão chamando como super Júpiter. Esse é um planeta bem semelhante ao nosso gigante gasoso, porém, ele chega a ter 18 vezes a massa de Júpiter original.

As observações do telescópio mostraram que o planeta tem uma aparência vermelha, o que sugere que também exista poeira em sua atmosfera. O planeta circunda algumas estrelas diferentes, em uma órbita que tem cerca de quatro vezes a distância entre Plutão e o Sol.

Nos últimos tempos, o telescópio James Webb tem feito muitas descobertas, e sua potência permite que o universo visível seja explorado de uma forma bem mais detalhada. Se você gosta de assuntos como esse, e quer explorar mais sobre o universo, recomendamos que visite o nosso blog.

Conheça nosso Blog!

E se você tem alguém especial na sua vida que ama o espaço, em nosso site temos uma sugestão de presente simplesmente inesquecível.

Nomeie uma estrela!