Todo o mistério por trás dos anéis de Saturno foi finalmente desvendado

02 jun 2018 - Tags:, ,

OSR blog post

Se existe no universo inteiro algo que até nos dias de hoje deixa muita gente espantado é a beleza inerente dos anéis de Saturno, em toda a sua grandiosidade. Acontece que eles foram descobertos só na história recente, mas nem por isso deixam de ser um dos grandes mistérios da humanidade, que você vai desvendar conosco hoje. Continue lendo!

Afinal de contas, o que são os anéis de Saturno?

Pixabay

Pixabay

A verdade é que os anéis de Saturno são constituídos de forma essencial por uma única mistura de gelo, material rochoso e poeira cósmica e, de tão perfeitos que são, as vezes são comparados a uma verdadeira pista de patinação. Por mais que eles tenham centenas de milhares de quilômetros de diâmetro, nenhum deles tem espessura maior do que a de 1,5 km.

A origem deles ainda é desconhecida, um verdadeiro mistério. A primeira teoria concluiu que eles foram formados juntamente com os planetas, há mais de 4 bilhões de anos, mas alguns estudos realizados recentemente mostram que talvez eles sejam mais novos do que se imagina, tendo apenas algumas centenas de milhões de anos. Pouca coisa né?

Enquanto isso, ainda uma outra teoria surgiu, sugerindo que na verdade um cometa acabou se desintegrando devido as forças da maré ao passar por Saturno, gerando assim os anéis. E ainda, por fim, uma última possibilidade é que um cometa possa ter se chocado com uma das luas de Saturno, que ao se desintegrar, acabou criando a misteriosa e bela estrutura.

A descoberta dos anéis de Saturno

Pixabay

Pixabay

A primeira vez que os anéis de Saturno foram observados foi em 1610, por Galileu Galilei. Em parte isso acontece graças as imagens do então recém inventado telescópio, e estas imagens eram de péssima qualidade, até porque a pouco haviam sido descobertos os anéis de Júpiter.  Por conta disso, no começo, se pensava que estas estruturas borradas, quase como orelhas, eram dois satélites que ficavam lado a lado com saturno, mas logo ele percebeu que aqueles estranhos apêndices eram anéis.

Foi só no final do século XVIII que um astrônomo mostrou que por conta da combinação das forças de gravidade de saturno e da rotação dos anéis eles não eram uma camada única. Na verdade, toda a partícula do próprio disco se mantém em uma distancia radial a partir de Saturno para que as duas forças possam se balancear.

A gravidade vai puxar e a força centrípeta vai empurrar, de forma que a rotação acontecer e os anéis se formam, sempre girando ao redor de Saturno. Incrível, não é mesmo?

Ainda mais incrível é saber que você pode dar de presente uma estrela para alguém. Quer saber como? Clique no botão abaixo!

Compre uma estrela!

Gostou do artigo? Então que tal descobrir mais sobre o universo em nosso site? Dê uma conferida!

Leia nosso blog!