Meditação: como começar a meditar de forma prática

Pixabay

Meditar traz uma série incrível de benefícios ao nosso corpo e a nossa mente, que são comprovados por meio dos mais diversos estudos.

Meditar, basicamente, é entrar em silêncio total, sem nenhum tipo de atividade em sua mente. É apenas ser, apenas estar, tudo diretamente ligado ao centro do seu ser. Parece algo bem simples, um estado de inércia, mas não é bem assim que funciona a meditação.

Aqui no lado ocidental da vida, sempre queremos algum tipo de explicação, um manual repleto de dicas. Mas não se preocupe, preparamos um passo a passo de como você pode começar a meditar em casa e acalmar sua mente um pouco!

Pixabay

Pixabay

Tipos diferentes de meditação

Existem várias maneiras diferentes de meditação, e o ideal é que você teste algumas das opções disponíveis antes de focar naquela que você mais se identificou. De forma simples, a meditação se divide em algumas atitudes:

Observância da respiração

Nessa modalidade, você vai focar sua atenção na forma como respira. Depois vai estabelecer um ritmo e vai se embalar.

Pixabay

Pixabay

Concentre-se em algo

Outra forma de entrar na meditação é voltando sua atenção para algo, como uma vela acesa, ou em um som, como o tic tac do relógio, alguma música ou mantra. Até uma forma geométrica, como uma mandala ou chakra pode lhe ajudar a fazer isso.

Pontos principais da meditação

O primeiro ponto é a postura. Geralmente é aconselhado que você faça a posição de lótus, que basicamente é manter a coluna ereta, se necessário usando a parede como apoio, e as pernas cruzadas. Uma outra opção é sentar-se em uma cadeira e alinhar sua coluna, com os pés apoiados no chão e as mãos sobre o colo, uma em cima da outra.

O importante aqui é sempre manter sua coluna ereta, já que isso facilita a frequência energética pelos chakras e reduz a chance de você sentir sono. Mantenha-se sempre de olhos fechados para que a interiorização da meditação seja alcançada com mais facilidade.

Pixabay

Pixabay

O segundo ponto é o local da meditação. Claro, você pode meditar em qualquer lugar que queira, desde uma fila de banco até quando estiver fazendo faxina. Mas é preciso criar um hábito. Ter um local próprio para meditar ajuda muito na prática. Os locais mais indicados são os que são reservados e menos barulhentos dentro do seu dia a dia.

O último ponto que deve ser abordado é o tempo e a frequência que você deve fazer a meditação. O importante é manter sua frequência, comece com tempos curtos, como dois minutos, e vá aumentando conforme você se sentir confortável. Determine horários convenientes, e tente associar essa prática a alguma atividade da sua rotina, como escovar os dentes ou fazer alguma nova refeição.

Gostou do conteúdo? Em nosso blog você encontra muitas matérias como essa para você ler e matar sua curiosidade!

Leia nosso blog

Nomear uma estrela nunca foi tão fácil quanto é hoje! E você pode fazer isso agora mesmo, é só clicar aqui embaixo!

Nomeie uma estrela

Larissa Sanders é bacharel em Publicidade e Propaganda, com MBA em International Marketing Management. Trabalha na área há 12 anos - principalmente escrevendo, editando e traduzindo conteúdos digitais. Na OSR, Larissa cria textos sobre astrologia, astronomia e presentes desde 2018, trazendo novidades semanalmente para o blog brasileiro. Ela é tão apaixonada pelo céu, que decidiu ter uma estrela pra chamar de sua, além de uma coleção de objetos que remetem ao universo, carinhosamente espalhados pelo próprio apartamento. “Under the sky, under the heavens, there is but one family.” ― Bruce Lee