Mapa estelar milenar aparece entre documentos religiosos

07 nov 2022 - Tags:, ,

Termos astrológicos Pixabay

Recentemente, um fragmento de texto encontrado nas folhas de um antigo codex, foi interpretado como o mapa estelar mais antigo de todo o planeta.

A descoberta do mapa estelar aconteceu no Mosteiro de Santa Catarina, que fica na península do Sinai. O mapa foi encontrado no codex religioso, conhecido como Climaci Rescriptus. O mapa estelar está dentro de outro texto, em uma das folhas do pergaminho medieval, que é considerado como parte de um catálogo estelar do século 2 a.C.

Codex é, na verdade, um palimpsesto, ou seja, ele é um papiro, onde escritos originais foram raspados, para dar espaço a novos textos. O texto em questão conta histórias do antigo, e também do novo, testamento.

Somente através da utilização de imagens multiespectrais é que foi possível encontrar números, em específico, graus, comprimento, e largura de constelações presentes na Corona boreal. Ficou muito claro que tratavam-se de coordenadas estelares, e que elas faziam parte de um mapa estelar.

Mapa estelar

Pixabay

Pixabay

Mapa estelar: uma descoberta que pode trazer muitas informações sobre o passado

Ao todo, foram tiradas 42 fotografias das nove páginas do codex, utilizando uma ampla gama de comprimento de onda para fazer a digitalização das fotos com algoritmos especializados. Depois de uma leitura detalhada pelos especialistas, os estudiosos buscaram identificar, por meio de uma inversão de tempo, em qual ano as coordenadas haviam sido escritas no papiro.

O mais chocante é que essas coordenadas foram escritas há aproximadamente 129 a.C. Mais ou menos na mesma época onde Hiparco, um astrônomo veterano, fez a primeira tentativa de mapear o céu noturno. Esse astrônomo é considerado por muitos como o pai da astronomia científica.

Ele passou grande parte de sua vida fazendo observações astronômicas na Grécia. Infelizmente, não existe uma documentação sobre a vida dele, mas textos históricos dão crédito a ele sobre vários tipos de avanços científicos impressionantes para a época. Dentre esses avanços, encontra-se a modelação precisa dos movimentos do sol e da lua, a invenção de uma escala de brilho estelar, e até mesmo o desenvolvimento da trigonometria.

A descoberta desse novo mapa estelar traz uma nova visão para a história do astrônomo, que muito provavelmente foi responsável pela escrita dele. Se você gosta de astronomia e de curiosidades sobre o universo, recomendamos que você acesse nosso blog.

Conheça nosso Blog!

E se você quer dar um presente especial para quem ama o espaço, temos uma sugestão inesquecível para você.

Nomeie uma estrela!