Curiosidades sobre o planeta Júpiter: o gigante do sistema solar!

04 jan 2019 - Tags:, ,

Pixabay

Falar sobre o sistema solar é algo realmente divertido, e todas as curiosidades que ele esconde fazem com que o assunto se torne quase que infinito.

Até agora falamos um pouco sobre as curiosidades e mistérios de quatro planetas do sistema solar, e chegou finalmente a hora de Júpiter, o maior dos planetas. Júpiter tem uma longa história, e a mitologia que o cerca é extremamente interessante. Sendo o maior dos planetas, seguido por Saturno, o planeta Júpiter é apenas um gigante gasoso, assim como o Sol. Ele é feito primariamente de hélio e hidrogênio.

Pixabay

Pixabay

Planeta Júpiter, o rei dos deuses e dos planetas

Conforme a gente disse antes, o planeta Júpiter é o maior planeta de nosso sistema solar, e é o quinto a partir do sol. Por conta de seu tamanho, ele acabou recebendo o nome do principal deus da mitologia romana, que corresponde a Zeus na mitologia grega.

Para você entender o tamanho do planeta, mais de 1300 “Terras” poderiam caber dentro dele com facilidade. Na verdade, um furacão do planeta Júpiter é uma tempestade muito maior que nosso planeta. Assustador, né?

Júpiter também é o campeão em peso, tendo mais que o dobro da massa de todos os outros planetas do sistema solar juntos. Na verdade, o planeta Júpiter é tão grande que se sua massa fosse 80 vezes maior, ele não seria um planeta, e sim uma estrela como o Sol.

A descoberta desse planeta foi uma verdadeira revolução. Isso acontece porque Galileu Galilei também descobriu quatro das luas de Júpiter: Io, Europa, Calisto e Ganimedes. Ele foi o primeiro a observar corpos celestes que estivessem circundando um astro diferentemente da Terra.

Essa constatação foi o que ajudou a dar base para a teoria de Nicolau Copérnico, que afirmou pela primeira vez que nosso planeta, na verdade, não era o centro do Universo. Longe disso!

Pixabay

Pixabay

Atmosfera intensa e revoltada

Se você já viu uma foto de Júpiter, provavelmente notou que ele é repleto de linhas e bandas com cores diferentes, certo? Estas linhas são formadas por conta do movimento dos ventos de Júpiter, que são extremamente violentos e ultrapassam os 700 quilômetros por hora.

As nuvens de Júpiter também são formadas por elementos diferentes, e geralmente não ficam inteiras por muito tempo, podendo mudar de direção ou de aspecto de uma hora para outra. Júpiter também tem uma tempestade monstruosa que está ativa há mais de 300 anos, e ela é tão grande que nosso planeta se perderia dentro dela. Ah, e para colocar a cereja no topo do bolo, em Júpiter a chuva é completamente feita por diamantes. Tudo isso por causa de sua revoltada e turbulenta atmosfera.

Gostou desse artigo? Temos muito mais em nosso blog, onde você encontra matérias sobre as estrelas, sobre os planetas, signos, e muito mais. Que tal dar uma navegada por entre as estrelas agora mesmo? É só acessar o nosso blog e se divertir com as mais incríveis matérias.

Leia nosso blog

Se você ainda não sabe como nomear uma estrela e não quer ficar para trás dessa novidade incrível, aprenda agora mesmo clicando aqui embaixo. É super fácil e nós vamos lhe ensinar o passo a passo de como fazer isso.

Nomeie uma estrela